Menu Fechar

Actividade retoma depois de luto nacional

O dinamismo dos candidatos à CML, nas redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter), caiu de forma generalizada no passado dia 11 e manteve-se até dia 13. Este período coincidiu com o luto nacional pela morte de Jorge Sampaio.

De 14 atá ao dia 16 os índices de dinamismo subiram de forma generalizada. Bruno Horta Soares é o candidato mais dinâmico, no dia 16. Um indicador que ultrapassa a fasquia dos 200 e bastante à frente dos 177 de Fernando Medina. De seguida surge Manuela Gonzaga e, muito perto, Carlos Moedas. 

Quem continua praticamente sem actividade é o candidato Nuno Graciano.

link para os relatórios e dashboards 

Seguidores: Medina, Moedas e Graciano destacam-se

Em termos das três redes analisadas e do global destacam-se, no dia 16, os seguintes candidatos:

Ranking Global Facebook Instagram Twitter
#1 Carlos Moedas Fernando Medina Fernando Medina Carlos Moedas
#2 Fernando Medina Nuno Graciano Nuno Graciano Fernando Medina
#3 Nuno Graciano Carlos Moedas Carlos Moedas João Ferreira
Os três primeiros candidatos em seguidores: 16.09.21

Engagement/Envolvimento: Fernando Medina, Carlos Moedas e Beatriz Gomes Dias lideram

Ranking Global Facebook Instagram Twitter
#1 Fernando Medina Fernando Medina Fernando Medina Carlos Moedas
#2 Carlos Moedas Carlos Moedas Carlos Moedas Beatriz Gomes Dias
#3 Beatriz Gomes Dias Beatriz Gomes Dias Beatriz Gomes Dias João Ferreira
Os três primeiros candidatos em engagement: 16.09.21

Conteúdos: Bruno Horta Soares, Fernando Medina e Tiago de Matos Gomes são os que mais publicam

Ranking Global Facebook Instagram Twitter
#1 Bruno Horta Soares Fernando Medina Fernando Medina Carlos Moedas
#2 Fernando Medina Carlos Moedas Carlos Moedas Beatriz Gomes Dias
#3 Tiago de Matos Gomes Beatriz Gomes Dias Beatriz Gomes Dias João Ferreira
Os três primeiros candidatos em conteúdos: 16.09.21

Palavras mais utilizadas

As palavras mais utilizadas no dia 16 nos comentários dos candidatos (retirando a palavra Lisboa) foi: responsabilidade; residências; mercado; abrigo e deslocados.

link para os relatórios e dashboards 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *